Experiencia, Miami

Miami – Além do grafite, perfumes e cafés em Wynwood

Qualquer pessoa que já tenha visitado Wynwood, em Miami, ou qualquer pessoa que já tenha visto o instagram de outra pessoa que visitou Wynwood, em Miami, sabe que o bairro é (mais) conhecido pelas artes de rua estampadas nos muros e assinadas pelos mais diversos e consgrados artistas (incluindo alguns brasileiros pelo caminho). Wynwood fez sua fama pelos muros e além de muitas selfies sendo tiradas, encontramos até panfletagem de tour guiado de bicicleta pelo bairro para ver os grafites mais famosos.

Há mais de dois anos atrás Wynwood era a casa de artistas underground que queriam estar perto da cena artística de Miami mas num bairro em que o aluguel conseguia ser pago com trabalhos freelancers. Há dois anos atrás, quando eu fui pra Miami a trabalho inaugurar uma loja em Wynwood, o bairro já estava sendo descoberto pelos turistas e, claro, os artistas underground deram espaços para os que já estavam chegando lá, por motivos financeiros, e foi então que muitas galerias, coletivos e projetos artísticos começaram a aparecer ainda mais. Foi aí também que começaram as Art Walk´s, que acontecem no segundo sábado de todo mes e tem galerias e lojas abrindo as portas, servindo vinho, food trucks, feiras livres, bandas e o que mais atrair muitas pessoas para o bairro.

Hoje, Wynwood, parada quase obrigatória de todas as blogueiras de moda que procuram background pra tirar fotos e ganhar likes, é cenário de um enorme passeio turístico, colorido e gastronomico. Aqueles artistas underground de alguns anos provavelmente foram parar algumas quadras pra frente, em Little Haiti, e algumas das galerias de dois anos atrás foram parar em Little River. O preço do aluguel foi parar bem lá em cima junto com a qualidade das lojas que abriram por lá e, hoje, as melhores lojas de fragrancias e os melhores cafés de Wynwood vieram parar aqui nesse post, porque nem só de paredes artísticas e vinho barato grátis uma vez por mes vivem os turistas.

Panther Coffee

Para a primeira dica de café sugiro visitar o Panther Coffee, simplesmente porque eles fazem o maravilhoso croissant de presunto e queijo de manhã e é geralmente o primeiro a acabar. Considere 11 horas tarde para conseguir comprar um. Se voce é dos que compartilha a opinião que todos os cafés nos Estados Unidos, mesmo os que não são o tradicional Americano, são aguados, sugiro pedir um Iced Latte, assim voce pode atribuir o gosto aguado ao gelo que, vai começar a derreter assim que voce sai do ar-condicionado independente da época do ano.

Aesop

Saindo do Panther Coffee e atravessando a 2nd Avenue, anda uma quadra pro lado esquerdo e chega na loja da Aesop Wynwood pra experimentar as primeiras fragrancias do dia. A Aesop é tipicamente uma marca de cosméticos, especializada em cuidados com a pele do rosto, mas que estende a linha até sabonetes e hidratantes corporais, desodorante, shampoo de cachorro, aroma de ambiente, gotas anti-odor de coco (free trasaltion, ja que esse nao vende no Brasil) e, claro, fragrancias. Talvez a Aesop não seja uma novidade pra voce, já que eles já tem duas lojas em São Paulo e saiu em várias revistas no Brasil, mas sempre vai ser a melhor menor-maior marca do meu coração. Ah, gostaria de deixar claro que fragrancia boa significa fragrancia feita com ingredientes de qualidade e, de preferencia, sem fragrancia sintetica. Por isso as duas fragrancias da Aesop (Tacit e Marrakech) e todos os outros aromas e estímulos visuais (loja projetada pela arquiteta mexicana Frida Escobedo) e auditivos (listas de Spotify extremamente bem planejadas) calmantes que explodem os sentidos quando a gente entra na loja entraram nessa lista.

Zak the Baker

Entre fragrancias precisamos cheirar um café para neutralizar o olfato, e quem cheira, bebe. Por isso saindo da Aesop passa no Zak the Baker na 26th. Podíamos falar sobre o café de lá, mas voce vai querer aqui provar o pão. Como de gastronomia eu não entendo nada e sou a orgulhosa proprietária de um paladar bem infantil, vou traduzir as bem tecidas palavras do Munchies nesse artigo aqui.

Zak Stern – mais conhecido como Zak The Baker – é supremamente incansável em sua singularidade. Quando ele colocou na cabeça que iria aprender a fazer pão, aos 22 anos, ele decidiu que queria fazer o tipo de pão para o qual voce dedica sua vida – pão que vale viajar o mundo para criar.

Quando estava em Wynwood há dois anos, Zak The Baker ficava algumas quadras pra frente do atual espaço deles. Antes, o que era uma bakery cheia de personalidade de tamanho modesto, aparentemente se tornou uma deli tradicionalmente judaica, e hoje o Zak The Baker cresceu para um terreno ao menos 4 vezes maior aonde ainda é possível ver os pães sendo cuidadosamente preparados.

Le Labo

Se voce gosta daquele aroma que invade as narinas no Free Shop enquanto os perfumes Dior dançam com todos os segredos de Victoria, se transformando numa paródia do Purr, da Katy Perry, ou qualquer outro perfume com nome de celebridade teen, aconselho voce a nunca entrar nessa loja. A Le Labo, ou fragrance heaven para os íntimos, é uma verdadeira alquimia de fragrancias pouco fora do comum preparadas com ingredientes de altíssima qualidade, que foi muito bem sucedida no objetivo dos fundadores Eddie e Fabrice em escapar do mercado massivo de uniformidade em fragrancias.

Se gastar $180 dólares no perfume pra voce é normal, então eu desejo que voce seja muito feliz ao visitar a Le Labo, e talvez me traga um Santal 33 na volta ao Brasil. Mas se voce só tem $30, ainda assim voce consegue comprar a mesma caixinha com 5 miniaturas (miniaturas mesmo, do tamanho de amostra grátis de perfume) das fragrancias mais vendidas deles pra ter um gostinho da marca.

Com a minha caracteristica de ser uma pessoa apaixonada por marcas bem feitas, reais aos seus valores e atenção aos detalhes, eu poderia fazer um livro sobre a Lelabo e a Aesop. Mas como estou tentando manter o foco, paro por aqui. Vamos para o terceiro café do dia já que voce está de férias e vivendo loucamente.

Crumb on Parchment

Eu vou roubar um pouco aqui já que Crumb on Parchment não fica em Wynwood, mas o Design District está logo ali e eu tenho certeza que voce vai passear por lá, mesmo sabendo que não tem dinheiro nem pra respirar o ar de dentro da Givenchy (note to self – parar de espelhar minha realidade nos outros). O Crumb on Parchment, bakery da chef vencedora do premio James Beard Award, Michelle Bernstein, fica dentro do átrio do Melin Building e é famoso pelo café da manhã, pela chef, mas principalmente pelas tortas, bolos e pastries feitas pela mãe dela. Chic & Simple decor, fica bonito no instagram e tem funcionários extremamente adoráveis dispostos a te oferecer uma fatia por conta da casa em troca de 5 minutos de conversa em ingles com sotaque brasileiro

Babalu

A segunda e maior loja da Babalu fica em Wynwood, e tem mais uma longa lista de perfumes para serem experimentados. Longa mesmo, e voce pode ver todas as marcas deles nesse link do site. Infelizmente ainda não tive narina pra experimentar todos, e além disso eu aplico aquela mesma técnica pouco aventureira de passar a festa toda comendo o mesmo docinho só porque era gostoso, em perfumes, e costumo ir direto no Annick Goutal. Mas visitar a Bubalu, seja a de Wynwood ou de South Beach, é uma experiencia que te leva a ficar horas olhando artigo por artigo e provando muito mais coisas do que voce pode comprar.

About the author

Related Posts

Leave a Reply

Deixe uma resposta